Jesse

Jesse

terça-feira, 22 de maio de 2018

Por que ainda existem brasileiros acreditando em Lula e no Comunismo?

Para responder a pergunta do título deste artigo é preciso entender como são treinados os líderes e principais agentes do comunismo.

Não é preciso escrever tanto para explicar isso, é fácil encontrar frases que representam essa essência do pensamento comunista, que está também na essência dos seus filhos ideológicos, o nazismo e o fascismo.

No comunismo temos a frase de Lênin:

"Usaremos o idiota útil na linha de frente. Incitaremos o ódio de classes. Destruiremos sua base moral, a família e a espiritualidade. Comerão as migalhas que caírem de nossas mesas, O Estado será Deus." (Vladimir Lenin).

Se o leitor observar os países que se deixaram governar pelo comunismo, o método de Lênin é seguido à risca, os venezuelanos que o digam, já estão na fase de comer as migalhas.

Aqui no Brasil, mais dois governos comunistas e chegaremos lá, ainda pode acontecer (Ciro, Marina, para citar os que tem mais chances de enganar o povo novamente e chegar num segundo turno) pois o uso dos idiotas úteis, o incitamento ao ódio de classes e a destruição da base moral, da família e da espiritualidade está em franco andamento, com ajuda das televisões e da maioria do jornalismo (não há um só dia que as tvs e jornais não destaquem, seletivamente, apenas notícias que vitimizam os negros, e as minorias, usam das bandeiras dos movimentos sociais para se perpetuarem no poder).

No nazismo temos a frase criada pelo ministro da propaganda nazista Goebbels, posta em prática por Hitler: "Uma mentira dita mil vezes torna-se uma verdade".

E no fascismo temos a frase de Mussolini: "Eu sempre achei mais fácil convencer uma grande massa que uma só pessoa." 

Feito essa introdução, vamos ao treinamento dado aos líderes comunistas e aqueles agentes que possuem uma missão estratégica na atuação comunista de implantar a ditadura do proletariado.

No filme "O Eleito", disponível na Netflix , temos um diálogo entre um oficial comunista dando a lição final ao agente que teve a missão de matar Trotsky, é como se fosse o Lula mandado matar o ex-prefeito petista Celso Daniel, ou seja, uma luta interna entre comunistas.


Nesta cena, que está em espanhol, vejam o texto em português, traduzido pela Netflix:

"Onde está a verdade? Não sabe onde estão a verdade ou a realidade? Elas não existem! São apenas percepções subjetivas feitas sob medida para cada indivíduo. Por isso é mais fácil mentir que dizer a verdade. Quem mente pode construir suas invenções e dar-lhes forma. Quem diz a verdade é prisioneiro de sua memória. Apenas pense que tem sua própria realidade. A que o senhor escolher. Jamais desvie dela e todos a aceitarão."

É por causa desse treinamento que Lula insiste em ser candidato mesmo preso, pois segue à risca o treinamento comunista de dar forma à uma realidade só dele, e que uma massa de idiotas úteis replicam como sendo deles também.

Nenhum comentário:

Postar um comentário